Novo trabalho para a família A320

Versão cargueira do A321 pousa no Singapore Air Show

Modelo se destaca por grande capacidade interna e é considerado um potencial substituto dos veteranos 757F


A321P2F recebeu nova porta para cargas, enquanto porta dianteira foi deslocada mais para frente, ampliando espaço interno

O Airbus A321F (A321P2F), versão cargueira do popular A321 desenvolvido pela EFW (Elbe flugzeugwerke) deve ser certificado pela agência de aviação civil da Europa nos próximos meses, e chamou o interesse do mercado.

A expectativa é que a presença do primeiro avião durante o Singapore Air Show proporcione novos negócios. Por ora, apenas a Qantas Airways encomendou o A321F, mas a BBAM, uma empresa de leasing, confirmou em junho de 2019 a intenção de compra, podendo formalizar o contrato no evento.

LEIA TAMBÉM

A EFW é especializada em realizar conversão de aviões e manutenção aeronáutica, sendo uma joint venture formada pela Airbus e a ST Engineering. Ainda que a empresa tenha sede em Dresden, na Alemanha, as atividades de conversão são realizadas em Singapura.

O primeiro voo do A321P2F aconteceu no dia 22 de janeiro e a Airbus acredita no potencial de mercado para a conversão dos A321 de primeira geração em cargueiros. O modelo se destaca por sua capacidade, sendo capaz de transportar 24 contêineres, sendo 14 no piso principal e outros dez nos porões.

Outro programa de conversão em desenvolvimento é o A321PCF, criado pela norte-americana 321 Precision Conversions, que planeja voar nos próximos meses.

O mercado de carga aérea poderá se beneficiar da boa capacidade dos A321, aliado a seu custo operacional inferior a aviões de geração anterior, como os Boeing 757F e 737F, aliado a boa disponibilidade de ciclos da maioria das células disponíveis no mercado de usados.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Gabriel Benevides

Publicado em 11 de Fevereiro de 2020 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A321 A321F Qatar Airways EFW A321PC A321P2F Boeing 757 cargueiro