Operações restritas

Reforma na pista principal vai limitar operação no aeroporto Santos Dumont

Obra prevista para agosto prevê troca da camada asfáltica e deverá durar 30 dias


O aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, terá sua pista principal fechada para obras de manutenção a partir do dia 12 de agosto. A Infraero manterá as operações na pista auxiliar, que embora mais restrita, poderá permitir a operação no aeroporto.

Com a interdição da pista principal, as aeronaves deverão operar exclusivamente na auxiliar, que possui restrições de peso e tamanho das aeronaves, homologada para operar até a categoria 3C, como E195, A318, A319neo e 737-700. Ainda que ofereça restrições operacionais, os voos poderão ocorrer de acordo com redimensionamento das aeronaves ou peso de decolagem e pouso.

LEIA TAMBÉM

Por causa do método utilizado para a pavimentação, não são permitidas emendas comuns em processos onde a obra é feita em períodos intercalados, em geral nos horários que o aeroporto não está funcionando.  Ainda assim, visando manter a operacionalidade do aeroporto, a Infraero está realizando previamente algumas melhorias na pista auxiliar, como reforma de cabeceira e implantação do sistema PAPI (Precision Approach Path Indicator - PAPI) de indicação da rampa de aproximação.

De acordo coma estatal, a última vez que a pista do Santos Dumont passou por manutenção semelhante foi em 2009. O asfalto será refeito integralmente, através de uma camada porosa de atrito, que melhora a aderência durante o pouso e propicia melhor escoamento da água em dias de chuva.  “Assim, serão mantidas todas as exigências de segurança para as operações do aeroporto, como já ocorre, respeitando também todos os requisitos regulatórios demandados pela Agência Nacional de Aviação Civil”, afirma a Infraero em nota.

A expectativa dessa obra é que também tenha uma durabilidade de 10 anos, até uma nova manutenção.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 19 de Junho de 2019 às 11:00


Notícias Santos Dumont Infraero Rio e Janeiro SDU Boeing 737 Airbus A319neo Embraer E-Jet