Aviação Comercial

Pouso errado do Boeing Dreamlifter

Situação inusitada levanta questões sobre fadiga


A Boeing se deparou com uma inusitada situação. Um de seus 747 Dreamlifter, o supercargueiro utilizado para transportar peças do programa 787, pousou no aeroporto errado. O Giant 4142 (callsing do voo) deveria ter pousado na base aérea de McConnell, no Kansas, mas acabou indo parar no pequeno aeroporto Colonel James Jabara, distante 7 milhas náuticas do destino. Os pilotos, porém, não sabiam em que aeroporto estavam e nas comunicações com o controle de tráfego, o Giant 4142 chegou a dizer que estava no aeroporto de Beech Factory, pouco mais de 2 milhas náuticas ao sul.

O episódio não comprometeu a segurança do avião, nem do tráfego aéreo, mas acabou por complicar as operações no aeroporto de Jabara, que ficou interditado devido ao grande porte do Dreamlifter. O motivo do erro continua sendo investigado, sabe-se apenas que os pilotos demoraram a reconhecer que não estavam na base aérea, conforme previa o plano de voo.
Um dos problemas posteriores era o comprimento da pista, de apenas 1.860 metros, muito inferior ao ideal para a decolagem de um 747.

Embora o erro pareça elementar, não é surpreendente. Os três aeroportos citados estão próximos uns aos outros e praticamente alinhados. A FAA investigará não apenas o erro, mas também o estado emocional e de fadiga da tripulação.

NOTA: Através do Google Maps é possível observar a proximidade entre os aeroportos. Ao norte, Colonel James Jabara, e pouco mais ao sul, a base aérea de McConnell. Entre ambos, Beech Factory e, literalmente, fazendo divisa de muro com McConnell, está o aeroporto da fábrica da Cessna.

Da redação

Publicado em 25 de Novembro de 2013 às 18:08


Notícias Boeing 747 Dreamlifter pouso errado aeroporto base milhas Colonel James Jabara tráfego decolagem FAA