Boas vendas

Paris Air Show termina com 1.051 encomendas

Lançamentos movimentaram o setor, embora a maiorias dos acordos não seja de contratos firmes


Após uma série história de fraco desempenho dos principais fabricantes em Le Bourget, ao final do Salão Aeroespacial de Paris, a indústria registrou um total de 1.116 compromissos de aquisição, sendo 352 encomendas firmes.

A maior parte dos acordos foi negociada ao longo do ano, apenas com confirmação e assinatura de contratos em Paris. O que representa intenção positiva das companhias aéreas em confirmarem as compras.

Houve 229 conversões de encomendas já existentes, principalmente na mudança de encomendas do Boeing 737 MAX 8, para o recém-lançado 737 MAX 10. Ainda devem ser incluídas encomendas anteriores, como da Monarch Airlines (737 MAX 8) e Ehiopinan Airlines (A350 e Bombardiers Q400) que já haviam sido registradas pelos fabricantes, como sendo de clientes não identificados.

Ernesto Klotzel

Publicado em 29 de Junho de 2017 às 19:00


Notícias Boeing Airbus 737 MAX A350 Q400