AERO Magazine

Lançador de satélites gigante

Maior avião do mundo decola pela primeira vez

Stratolaunch possui envergadura de 117 m e fuselagem dupla, com capacidade para transportar até 250 toneladas de carga

Por: Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação em 13 de Abril de 2019 às 15:00

O maior avião do mundo, o Stratolaunch, realizou seu primeiro voo na manhã de hoje, no deserto de Mojave, na Califórnia. O gigante conta com uma fuselagem dupla de 73 metros de comprimento, 117 metros de envergadura, trem de pouso com 28 pneus, possui peso máximo de decolagem de 589,7 toneladas e capacidade para transportar uma carga útil de até 250 toneladas. O projeto é o maior concebido em toda a história da aviação.

Aeronave possuí envergadura de 117 metros e fuselagem dupla

O modelo foi construído para lançar veículos especiais, em especial satélites em diversas órbitas e cargas espaciais pesadas. O intuito é reduzir os custos com lançamento, já que o Stratolaunch poderá se movimentar para qualquer parte do globo para se posicionar no melhor local para o lançamento.

Projeto foi concebido para lançar cargas espaciais. Na ilustração proposta para transporte do veículo tripulado DreamChaser, da SNC.

DERIVADO DO 747-400

O estranho avião foi construído a partir de dois Boeing 747-400, que forneceram os seis motores Pratt & Whitney PW4056, os dois cockpits e todo o deck tripulado, suíte de aviônicos, o complexo sistema de trem de pouso, entre outros. Os engenheiros optaram por uma versão que utilizasse o máximo de componentes e sistemas existentes para reduzir os custos de produção e manutenção. O cockpit tripulado fica na fuselagem direita, onde as equipes técnicas trabalham. O lado esquerdo, por ora, está vazia e sem pressurização.

LEIA TAMBÉM

Japão perde em acidente o primeiro F-35, um dos mais caros caças do mundo

Gigantes Belugas poderão atender até mesmo o programa espacial

Conheça os detalhes do interior do Antonov 225, o segundo maior do mundo

HISTÓRICO ESPACIAL

Esquema mostra processo de lançamento de veículos e cargas espaciais a partir do Stratolaunch

O Stratolaunch foi criado pela Scaled Composites, a empresa concebida pelo visionário e piloto Burt Rutan e apoiada pelo co-fundador da Microsoft, Paul Allen, falecido em 2018. A empresa se destacou ao longo das décadas por seus projetos bastante audaciosos, muitos ligados a feitos espaciais. A companhia tem foco em projetos experimentais de alta complexidade, que posteriormente fornecem subsídios tecnológicos para uma série de programas comerciais e militares. Um dos projetos mais famosos da companhia é o SpaceShipOne, o primeiro veículo civil a atingir o espaço.

MAIOR QUE O ANTONOV 225

O Stratolaunch é ainda maior que o ucraniano Antonov 225, famoso por suas grandes dimensões. Em comum, ambos modelos nasceram derivados de outros gigantes (no caso o An-225 é uma versão maior do An-124) e são modelos únicos, com pouca possibilidade de um segundo exemplar ser construído a curto prazo. Ainda assim, a Antonov mantém em boas condições a fuselagem de um segundo An-225, que está semiacabada desde a década de 1980.

A expectativa da Scaled Composites é que o Stratolaunch possa iniciar seus lançamentos comerciais em meados da próxima década.

GALERIA DE IMAGENS

Trem de pouso conta com 28 pneus, sendo 24 no principal  e outros quatro no trem do nariz.

O avião conta com seis motores Pratt & Whitney PW4056, de 56.000 lbf, cada

A fuselagem e empenagem são duplas, permintindo transportar grandes cargas sob a asa 

Grande parte da estrutura é feita em materiais compostos e fibras e carbono

Um dos Boeing 747-400 que serviu como componentes gerais para o Stratolaunch

Cockipt do Stratolaunch é  quase o mesmo do 747-400, com mudanças pontuais, como seis manetes dos motores


Notícias Antonov 225 Antonov an-124 Stratolaunch Roc Boeing 747 Pratt & Whitiney Scaled Composites Paul Allen Microsoft


Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas