Crime é sério

Helicóptero que transportava Boechat ostentava inscrição ilegal de táxi aéreo pintada na porta

Empresa não possuí autorização para operar com transporte de passageiros


Imagem retirada da página oficial da RQ Helicópteros no facebook

Empresa que realizava o transporte do jornalista Ricardo Boechat não possuía licença para taxi aéreo, entretanto, imagem postada na página oficial no facebook da empresa mostra a aeronave acidentada (PT-HPG) com a inscrição "taxi aéreo" sob a porta do lado esquerdo. Vale ressaltar que o embarque de passageiros em helicópteros, em geral, ocorre pelo lado esquerdo, justificando a marcação irregular.

A operação irregular é configurada como TACA, taxi aéreo pirata.

A autorização da empresa, segundo a ANAC, não permitia o transporte de passageiros e o emprego da aeronave como taxi aéreo. A inscrição da marca soba  porta evidencia irregularidade na condução da RQ Helicópteros.
Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Reprodução facebook

Publicado em 14 de Fevereiro de 2019 às 10:00


Notícias Boechat TACA