Aviação militar

Embraer e Boeing se unem para integrar armamentos do Super Tucano

Medida beneficiará aeronaves desenvolvidas para o LAS


A Embraer e a Boeing assinaram hoje durante a Farnborough (feira inglesa de aviação) um acordo para a integração de armamentos do A-29 Super Tucano. A integração amplia o conteúdo da proposta apresentada à USAF (Força Aérea dos EUA), pois oferece recursos que atendem não apenas aos requisitos do programa LAS (Apoio Aéreo Leve), mas que os superam de forma significativa e também a futuras demandas dos clientes. "O acordo permite a integração de nossos produtos em uma aeronave turbo-hélice extremamente competitiva e que oferece uma capacidade única de apoio aéreo a operadores do mundo todo", afirma Dennis Muilenburg, presidente e CEO da Boeing Defense, Space & Security. O anúncio feito hoje na Farborough é um desdobramento da assinatura de um amplo acordo assinado pelas empresas em abril último, que estabelece uma parceria mundial em diversas áreas, incluindo funcionalidades para aeronaves comerciais que aumentem sua segurança e eficiência, pesquisa e tecnologia, e biocombustíveis sustentáveis para aviação.
Rodrigo Cozzato
Embraer e Boeing se unem na integração de armamento do Super Tucano
Da Redação

Publicado em 10 de Julho de 2012 às 09:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista

Titulo

AERO Magazine 217 · Junho/2012 · Titulo