Drone fora de controle

Drone entra em parafuso enquanto o piloto (em terra) lia o checklist

Um drone Reaper, da USAF, saiu de controle e se chocou com o solo


 

Um MQ-9 Reaper (Predator B ou Guardian), o maior e mais poderoso desenvolvimento da General Atomics Aeronautical Systems Inc., da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), estolou, entrou em parafuso e se chocou com o solo, enquanto seu piloto estava concentrado em concluir o checklist ignorando os avisos sonmoros e visuais de estol.

 

Logo após receber o controle de aeronave pela equipe de lançamento, o piloto do turbo-hélice não-tripulado, se confundiu com o modo piloto-automático e o desconectou,enquanto terminava a sequência de entrega pelo checklist.

 

A proteção anti-estol do Reaper é desconectada automaticamente no modo de configuração de pouso manual. Nessa configuração, o piloto deixou o drone num ângulo de cabragem de 9,5º “nariz para cima”, e apenas 30% de potência, o que levou ao ponto de estol. Em lugar de baixar o nariz, o piloto aplicou potência máxima, o que induziu o parafuso.

 

O piloto era responsável pelo monitoramento da altitude e velocidade do Reaper, porém ao comandar a configuração de pouso,  o piloto estava operando a aeronave manualmente. O resultado das investigações mostrou que o acidente pode ser atribuído à adoção de uma prioridade equivocada na sequência das operações. 

 

O Reaper tem um preço estimado em US$ 11 milhões.       

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 15 de Maio de 2017 às 16:55


Notícias MQ-9 Reaper Predator B Guardian General Atomics Aeronautical Systems Inc USAF