Categoria mais rápida do mundo

Corridas aéreas vão se tornar mais rápidas com aviões elétricos supervelozes

Modelos devem ultrapassar os 400 km/h, voando próximos ao solo e competindo lado a lado com outras aeronaves

Por Ernesto Klotzel em 9 de Abril de 2018 às 18:00

As corridas aéreas caminham para uma revolução com a concretização dos planos para a primeira competição exclusiva para aviões movidos a energia elétrica. As principais indústrias do setor estão sendo convidadas para se tornarem parceiros técnicos da nova categoria de esportes a motor, denominada Air Race E.

Foto: AOPA/Robert Fisher

Competições como o Reno Air Race exploram o máximo em aerodinâmica, propulsão, manobrabilidade e desempenho.

Foto: AOPA/Robert Fisher

 

A modalidade será organizada pela Air Race Events, comandada pelo promotor de corridas aéreas, Jeff Zaltman. Ele também fundou a Copa do Mundo Air Race 1, em parceria com um grupo de personalidades deste esporte.

A Air Race E terá aeronaves elétricas disputando em circuitos fechados, voando bem próximas do solo, em velocidades superiores à de qualquer esporte a motor existente. As aeronaves classificadas como experimentais serão projetadas especificamente para corridas. O formato do regulamento deverá seguir ao adotado por modalidades existentes no automobilismo, com os aviões sendo construídos segundo normas padronizadas, incluindo performance, propulsão, entre outros.

O Air Race E terá formato similar ao já existente em outras provas aéreas, como o famoso Reno Air Race, seguindo o conceito de corrida aérea entre pilones. O sistema utiliza uma série de pilones onde os melhores pilotos no mundo competem, simultaneamente, para serem os primeiros a cruzar a linha de chegada. Oito aeronaves voam em velocidades superiores aos 215 nós (quase 400km/h) em um circuito apertado de apenas 0,8 milhas náuticas (1.481 m) de ponta-a-ponta.

A demanda por velocidade, desempenho e gestão de potência de alta competitividade é o cenário ideal para o desenvolvimento e promoção de motores elétricos mais limpos, mais rápidos e tecnologicamente mais avançados.

A aviação elétrica é uma das aéreas tecnológicas em mais rápido desenvolvimento e vista como a terceira revolução da aviação por empresas como Rolls-Royce, Airbus e Siemens. O trio também lidera o desenvolvimento técnico de aeronaves comerciais elétricas.

O Air Race E deverá ser validada por organizações formais, como a FARA (Formula Air Racing Association) e pela APAF (Association de Pilotes D’Ávions de Formules) as duas entidades que regem competições aéreas.


Notícias Air Race Airbus Rolls-Royce Siemens


Turismo Aeronáutico

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS
Turismo Aeronáutico

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas