Azul e TAP fecham acordo de codeshare

Negócio, que passa a valer a partir de 10 de dezembro, acontece poucos meses após David Neeleman comprar a companhia portuguesa


 

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras e a TAP Portugal assinaram um acordo de codeshare que garante aos clientes de ambas conexões nos trajetos entre o Brasil e a Europa, emissão de passagens em trechos combinados e bagagem despachada até o destino final. "Com o início do codeshare com a TAP, nossos clientes poderão utilizar os serviços da companhia aérea portuguesa para viajar principalmente para Europa e África. A TAP é a companhia europeia com mais voos para o Brasil e, sem dúvida, este é um dos aspectos que torna essa parceria ainda mais estratégica. Além disso, teremos um nível ainda melhor de serviço, com conexões combinadas entre as aéreas", celebra Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul.

Em julho de 2015, por decisão do Conselho de Ministros, David Neeleman, dono da Azul, venceu o processo de venda de 61% da companhia ao lado do empresário português Humberto Pedrosa. A oferta incluiu o investimento de até € 350 milhões, podendo chegar aos € 488 milhões no próximo ano.

Anteriormente, as companhias já tinham uma aliança de inteline, que era realizada com reservas em uma única empresa e com trechos operados por companhias diferentes, mas nesse novo contrato elas passaram a oferecer conexões mais vantajosas para as duas. Os trechos operados irão levar o código de voo da empresa responsável.
O primeiro voo codeshare começará a valer a partir do dia 10 de dezembro e os membros do Tudo Azul poderão resgatar suas milhas voando TAP, comprando bilhetes por meio dos canais de venda Azul.

Da redação

Publicado em 2 de Dezembro de 2015 às 18:30


Notícias