Monitorado por ressonância

Por Edmundo Ubiratan e Ernesto Klotzel em 1 de Agosto de 2015 às 00:00

Tu-95

O icônico Tu-95 é um dos aviões símbolo da Guerra Fria ao lado do Boeing B-52. O poderoso bombardeiro estratégico foi, e continua sendo, a espinha dorsal da força aérea russa. Desenvolvido no início da década de 1950, o modelo contava com uma série de inovações para a época. Numa época em que os aviões a jato ainda eram pouco confiáveis e possuíam alcance limitado, os engenheiros optaram por desenvolver um quadrimotor turbo-hélice com pás contra rotativas. Porém, o ruído causado pelos motores gera uma ressonância que pode ser captada por grande parte dos submarinos militares em uso. Por várias décadas, os norte-americanos se valeram dessa característica para acompanhar as missões secretas dos soviéticos.


Curiosidades Tu-95 bombardeio

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas