Indústria

Rolls-Royce realiza primeiro voo com sistema CTi

Novas pás do fan em material compósito é destinado aos motores Advance e UltraFan


A Rolls-Royce realizou o primeiro voo com o novo sistema de pás do fan em material compósito de carbono e titânio (CTi, na sigla em inglês), destinado aos motores Advance e UltraFan.

O sistema foi instalado num motor Trent 1000, para fins de testes e concluiu com êxito o primeiro voo num voo de ensaio realizado em Tucson, no Arizona, EUA.

De acordo com dados preliminares divulgados pela Rolls-Royce, o motor Advance vai oferecer economia de pelo menos 20% menos na queima de combustível e na emissão de CO² do que a primeira geração do Trent, e estará pronto para entrar em serviço em 2020.

O design do UltraFan conta com um sistema variável do ângulo das pás do fan e é baseado em uma tecnologia que poderá entrar em operação a partir de 2025, oferecendo pelo menos 25% menos emissão de combustível e CO².

“O voo correu muito bem, e o motor que contém o conjunto de hélices CTi teve uma performance perfeita, exatamente como o esperado. Estamos ansiosos para testar o sistema mais rigorosamente na próxima fase”, comentou Mark Lewis, piloto de teste da Rolls-Royce.

O sistema CTi oferece lâminas de hélices mais leves, mantendo o desempenho aerodinâmico. Combinado com uma carenagem de compósito, o conjunto permite reduzir o peso em até 680 kg por aeronave, permitindo carregar sete passageiros a mais sem nenhum custo extra. 

Da redação

Publicado em 16 de Outubro de 2014 às 12:00


Notícias Rolls-Royce Trent 1000 UltraFan