Aviação Militar

Portugal volta atrás e estuda o KC-390

Ministério da Defesa confirma que solicitou detalhes do modelo para Embraer


Contrariando o discurso anterior junto aos deputados, o ministério da defesa português afirmou que estuda a aquisição de até seis Embraer KC-390.

O governo de Portugal solicitou a Embraer uma lista de opções dos diversos tipos de sistemas e custos associados ao KC-390, visando planejar o orçamento para uma eventual aquisição do novo cargueiro.

O ministério da defesa pediu ainda detalhes operacionais previstos para o KC-390 com o objetivo de esclarecer se o modelo pode substituir sem restrições os atuais Lockheed Martin C-130H em operação. A força aérea deseja que o novo vetor tenha capacidade para executar operações estratégicas, táticas e missões humanitárias sem limitações.

O RFP (Request for Proposal) apresentado exige também detalhes sobre os prazos estimados de entrega após a celebração do contrato firme. Além disso, também questiona a instalação de um simulador em Portugal, que possa atender não apenas a força aérea, mas demais operadores internacionais.

Da redação

Publicado em 26 de Janeiro de 2015 às 16:00


Notícias Embraer KC-390