Lady Gaga

Lady Gaga e seus 300 drones “Shooting Star”

O show, no intervalo do Super Bowl, nos Estados Unidos, homenageou a tecnologia.


No já tradicional show no intervalo da espetacular final do Super Bowl em Houston, a performer Lady Gala contou com todos os recursos áudio-visuais que o mundo aprendeu a assimilar. Nem por isso as múltiplas luzes acima da artista deixaram de ser surpresa – cada qual transportada por 300 minidrones (28 gramas) “Shooting Star” fabricados pela Intel e controladas à distância. 

 

Lady Gaga interagiu com o luminoso cenário e o conjunto foi inserido no vídeo projetado pela televisão em milhões de lares e para os presentes ao estádio NGR em Houston. O “enxame” foi controlado por um único operador.

 

Na abertura da apresentação de Lady Gaga, os drones formaram a bandeira dos Estados Unidos e ainda, os logos da Pepsi – que patrocinou o show do intervalo – e, por motivos óvios, da Intel. 

Ernesto Klotzel

Publicado em 8 de Fevereiro de 2017 às 15:55


Notícias Lady Gaga Intel Super Bowl