Aviação Executiva

Bombardier suspende programa Learjet 85

Fabricante alega falta de mercado para o modelo que estava em fase final de produção


A Bombardier anunciou suspendeu o programa de desenvolvimento do Learjet 85 devido a baixa demanda para um avião executivo da categoria midsize.

De acordo com fontes internas da Bombardier, a suspensão do projeto representa um corte imediato de aproximadamente 1.000 postos de trabalho nas unidades de Wichita (EUA) e Queretaro (México). A unidade mexicana foi construída em 2010 justamente para fornecer componentes ao Learjet 85 e deverá ser a que sofrerá o maior impacto com a decisão.

Embora em comunicado a imprensa a Bombardier afirme que o mercado para a categoria midsize sofreu duramente após a crise internacional de 2008, analistas afirmam que essa faixa do mercado continua aquecida e que a decisão pode estar atrelada a problemas internos da companhia.

A Embraer recentemente certificou o Legacy 500, que atua justamente nesse segmento, e a Cessna espera certificar em breve o Citation Latitude.

Especialistas acreditam que por empregar uma série de novas tecnologias de construção no modelo, a Bombardier acabou enfrentando sérios problemas que ao longo dos meses se mostraram inviáveis financeiramente.

“Tivemos alguns desafios nos últimos anos, mas estes desafios técnicos foram corrigidos e nos sentimos muito confiantes de que esta é uma grande aeronave para o mercado. Não estou sugerindo que o mercado é menor do prevíamos [no inicio do projeto], o mercado não se recuperou desde 2008 e nós acreditamos que a decisão de pausar o programa é a escolha certa para a empresa nesse momento”, disse o presidente da Bombardier e CEO Pierre Beaudoin.

Da redação

Publicado em 16 de Janeiro de 2015 às 18:30


Notícias Learjet 85 Bombardier