AERO Magazine

737 MAX militar

Boeing quer explorar mercado de defesa com seu 737

Versões derivadas do 737 MAX poderiam substituir os antigos 707 da OTAN

Por Ernesto Klotzel em 8 de Maio de 2017 às 12:37

A Boeing está estudando a oferta de jatos derivados do modelo 737 MAX para substituir os antigos e antieconômicos Boeing 707 utilizados pela OTAN.

O Boeing 707 foi a célula inicial para 140 aeronaves especiais ainda operacionais no mundo, incluindo os tipos E-6, E-8, RC-135, OC-135 e WC-135. A variante militar do 707 mais fabricada é o Stratotanker KC-135, que está sendo substituído pelo Boeing KC-46A, derivado do Boeing 767. Muitas variantes entraram em serviço no início dos anos 1960.

Atualmente, Boeing fabrica o P-8 Poseidon para a Marinha dos USA como Aeronave Maritima Multimissão – além de missões de vigilância, podendo lançarsonoboias, bombas de profundidade, torpedos e mísseis antinavio.

A próxima meta da companhia é conquistar o contrato para substituir os E-8 J-Stars, provavelmente, a mais antiga (e castigada) aeronave da frota. A Northrop Grumman e a Lockheed Martin também pretendem competir pela substituição do J-Stars. As soluções por elas propostas se situam em uma dimensões bem menores: a conversão de seus  modelos modernos de jatos de negócios, como o Gulfstream G550 e o Bombardier Global 6000.


Notícias Boeing 737 MAX 707 E-6 E-8 RC-135 OC-135 C-135 KC-135 KC-46A


COMO ESCOLHER SUA AERONAVE

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
2 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano2 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS

Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas