Processo de produção levará mais um ano

Boeing entrega primeira unidade do BBJ MAX

Aeronave será agora adaptada por empresas especializadas para cumprir voos corporativos de alto luxo


A Boeing Business Jets (BBJ), divisão que cuida da comercialização das versões corporativas e customizadas da linha comercial da família de aviões comerciais do fabricante norte-americano, iniciou a entrega do primeiro 737 MAX que será convertido para o padrão BBJ.

Primeiro BBJ MAX será derivado do 737 MAX 8. Na imagem aeronave decola "verde" para instalação de tanques suplementares.

O 737 MAX 8 básico saiu da linha de produção da unidade de Everett, próxima a Seattle, nos Estados Unidos, com destino a Georgetown, no Delaware, onda receberá tanques auxiliares. Os tanques suplementares são modulares, sendo instalados no bagageiro, o que permite ampliar o alcance do avião para 6.640 nm (12.300 km).

Os tanques auxiliares para os BBJ são produzidos pela da Aloft AeroArchitects, que instala os sistemas auxiliares de combustível PATS. Os serviços de instalação devem durar no minimo seis meses, já que o processo envolve a readequação das cargas no avião, incluindo alterações no centro de gravidade e em sistemas gerais do avião. Após a conclusão dos serviços, previstos para o quarto trimestre, o avião ainda sem pintura, será entregue a Comlux, empresa especializada em interiores VVIP (Very Very Important Person). A entrega ao primeiro cliente ocorrerá apenas no segundo trimestre de 2019. A instalação do interior executivo de alto luxo é uma das fases mais complexas do processo, envolvendo uma complexa engenharia e

Já existem encomendas para 20 BBJ MAX incluindo as versões para o MAX 7 MAX 8 e MAX 9.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 18 de Abril de 2018 às 14:00


Notícias Boeing 737 MAX BBJ