Mesmo após acidente, superjumbo do Iron Maiden vem para turnê no Brasil

Boeing 747 teve motor danificado durante manobra errada em solo no Chile


O Iron Maiden tem se destacado na aviação após passar a voar com um avião personalizado em suas viagens. Em 2016, durante a turnê The Book of Souls World Tour, a banda trocou seu veteran Boeing 757-200, pelo icônico Boeing 747-400.

O avião, assim como seu antecessor, recebeu uma completa personalização, que inclui o mascote Eddie estilizado no estabilizador vertical, o logo da banda na fuselagem e a inscrição The Book of Souls World Tour, assim como a lista de todas as cidades que serão visitadas pela banda ao longo do ano.


 

 

Originalmente a proposta era voar com o Ed Force One, nome escolhido em votação popular para designar o avião, para todas as cidades programadas para a turnê 2016. No entanto, um incidente em Santiago, no Chile, obrigou a banda a deixar o icônico jato durante algumas semanas.

Durante o reboque, as equipes de solo ultrapassaram o raio de curva, fazendo que a barra de reboque rompesse. Durante a manobra de aeronaves no solo através de veículos de reboque, existe um limite máximo do raio de curva. Quando utilizado as barras de reboque, um dispositivo simples rompe a barra caso o limite de carga seja excedido, visando assim preservar a integridade do trem de pouso da aeronave.

No caso especifico do Ed Force One, após a barra de reboque ser danificada, a aeronave continuou se movimentando pela inércia, se dirigindo para cima do veículo de reboque, que se chocou com violência contra os motores da asa esquerda.

Mesmo não causando graves danos, os dois motores tiveram a nose cowl e fan door bastante danificadas. Além disso, uma inspeção posterior indicou a necessidade de uma verificação detalhada da integridade estrutural do motor e dos suportes do motor.

Visando não atrasar a agenda de shows, a banda optou por continuar a turnê com uma aeronave fretada para transporte da banda e outra para os equipamentos. A chegada do sexteto inglês ao Brasil, iniciando seu tour pelo Rio de Janeiro ainda sem o Ed Force One.

De acordo com a Air Atlanta Icelandic, empresa proprietária do 747 utilizado pela banda, as peças necessárias para o reparo já foram enviadas ao Chile. A previsão é que o avião volte a acompanhar a banda ainda durante a turnê no Brasil. A expectativa é que o Ed Force One volte a voar no próximo dia 23 de Março, a tempo de acompanhar o Iron Maiden nas apresentações em Fortaleza e São Paulo, que ocorrem respectivamente nos dias 24 e 26 de Março.

O Boeing 747-400 utilizado pelo Iron Maiden iniciou sua carreira em 2003, quando foi entregue a Air France. O modelo número de construção 32868   e de série 1325 foi entregue a empresa francesa em 05 de março de 2003, ostentando a matrícula F-GITH. Após a Air France aposentar sua frota de 747, aeronave foi vendida para a Air Atlanca Icelandic, onde foi entregue no dia 23 de novembro de 2015 e recebeu a matricula TF-AAK. O avião foi imediatamente arrendado para o Iron Maiden, recebendo a pintura especial e alguns ajustes para poder acomodar a banda.

Da redação

Publicado em 19 de Março de 2016 às 11:08


Notícias Boeing 747-400 Air France 757 Iron Maiden Ed Force One