Orçamento para defesa

Trump quer aumento de recursos para o novo avião de caça

O Congresso se mostra preocupado com o avanço das tecnologias de possíveis adversários

Por Santiago Oliver em 24 de Março de 2017 às 13:04

O presidente Donald Trump está solicitando um aumento significativo – ainda este ano – no financiamento para desenvolver o caça de próxima geração para a Força Aérea dos Estados Unidos. O pedido faz parte do plano orçamentário suplementar da Casa Branca para o ano fiscal de 2017, que visa aumentar o orçamento da administração Obama para 2017 em gastos com defesa em US $ 30 bilhões. 

É muito improvável que o pedido complementar completo passe pelo Congresso porque é financiado principalmente pelo orçamento base, que está sujeito à Lei de Controle de Orçamento (BCA). Ainda assim, o investimento proposto para o caça da sexta geração da USAF demonstra a seriedade da administração em agilizar a modernização da frota de caça tática em serviço, mais capaz que o caça “invisível” (aos radares, obviamente) Lockheed Martin F-35 Lightning II.

O pedido suplementar, divulgado no dia 16 de março, inclui um aumento significativo no financiamento da pesquisa e desenvolvimento para a Nova Geração de Superioridade Aérea (NGAD ou Next Generation Air Dominance), agora conhecido como Penetração antiaérea (PCA ou Penetrating Counterair, o novo caça de superioridade aérea planejado para seguir como uma evolução do Lockheed Martin F-22 Raptor.

O pedido de orçamento fiscal do presidente Obama para 2017 determinou um financiamento para a NGAD de apenas US$ 21 milhões para a conta de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação (RDT&E ou Research, Development, Test & Evaluation). O pedido suplementar de Trump aumentaria esse financiamento oito vezes: US $ 168 milhões.

O aumento de financiamento indica que a Força Aérea pode estar pensando em evoluir mais rapidamente do que o planejado na fase de desenvolvimento de tecnologia para o caça de próxima geração. Os fundos adicionais permitiriam à USAF manter mais ativo do que nunca o PCA, conforme descrito no estudo sobre a superioridade aérea 2030, de abril de 2016.

"Para se manter no cronograma que foi estabelecido no Air Superiority 2030, esse dinheiro sempre foi necessário", explicou a porta-voz Ann Stefanek. "Se não recebermos mais dinheiro, poderemos começar a ficar para trás no cronograma original."

A USAF divulgou recentemente uma análise de alternativas para o PCA, que deverá durar entre um ano e 18 meses. O PCA poderá ser uma família de sistemas, com muitos recursos provavelmente desagregados em diferentes plataformas, mas provavelmente incluirá algum tipo de caça furtivo da próxima geração. Esta plataforma irá operar junto e eventualmente substituir os Lockheed Martin F-22 Raptor e F-35 Lightning II.

O esforço para acelerar o desenvolvimento do caça de sexta geração parece ter um aliado poderoso no Colina do Capitólio. O representante Mac Thornberry (Texas), presidente do Comitê de Serviços Armados da Casa, está exortando o Pentágono a "se apressar" no desenvolvimento de novas tecnologias para combater as capacidades que estão sendo desenvolvidas por potenciais adversários.

"Não é apenas uma questão de o dinheiro estar disponível; também é uma questão de quão rápido é possível obter a tecnologia de laboratório para desenvolver o caça", disse Thornberry em 16 de março." Não são só as ameaças evoluindo, a tecnologia está avançando rapidamente, especialmente quando se começa a olhar para os principais pares de concorrentes como Rússia/China, e isso é assustador ".

Os documentos orçamentários não incluem um aumento semelhante no financiamento para o caça da próxima geração da Marinha dos Estados Unidos (US Navy), também conhecido como F/A-XX. O financiamento da RDT&E para o projeto permanece em US $ 1,2 milhão.

  


Notícias Donald Trump USAF US Navy.Lockheed Martin F-22 F-35 BCA PCA NGAD RDT&E


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas