Risco de fogo

Novos riscos com baterias de íons-lítio

FAA recomenda cuidados com uso de celulares e tablets a bordo de aeronaves

Ernesto Klotzel em 13 de Setembro de 2016 às 16:00

A agencia reguladora de aviação nos Estados Unidos, a FAA (Federal Aviation Administration), recomendou aos passageiros para não ligarem ou carregarem a bordo os dispositivos móveis, por conta dos riscos relacionados as baterias íons-lítio, como o um carro que pegou fogo durante a recarga da bateria.

O impacto da recomendação levou os principais fabricantes de aparelhos portáteis a revisarem seus projetos. A sul-coreana Samsung iniciou um programa de substituição global das baterias para o celular Galaxy Note 7.

Enquanto os riscos de voar com aparelhos alimentados por baterias íons-lítio tem sido há muito objeto de discussões, são poucas as ocorrências os incidentes (fumaça e/ou fogo) registrados na aviação. Os principais incidentes envolveram as baterias do Boeing 787 Dreamliner, imensamente maiores que de um celular, e não houve nenhum registro de incidentes com o Samsung Galaxy Note 7.

Pilotos, operadores de aeronaves de negócios e companhias aéreas preocupados com os potenciais riscos das bateiras de ions-lítio criaram diversas opções de sistemas de contenção do fogo, incluindo bolsas isoladas, e luvas especiais.


Notícias Boeing 787 Dreamliner FAA


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas