Trabalhos de Hercules

Brasil será primeiro operador do novo Hercules civil

Bravo adquire dez LM-100J e se torna cliente de lançamento do modelo

Da redação em 13 de Julho de 2016 às 08:00

A Lockheed Martin e a Bravo Industries firmaram um acordo para dez LM-100J, a versão cargueira civil do C-130J-30 Super Hercules, o avião militar mais vendido da história.

A Bravo atua nos setores de logística e de defesa no Brasil, sendo sua divisão de logística compostas pela Bravo Cargas e Bravo MRO (manutenção, reparo e revisão geral). A empresa será o primeiro operador do novo LM-100J.

“A aeronave LM-100J é especialmente adequada para chegar a regiões do Brasil, que não possuem infraestrutura aeroportuária, onde fazemos negócios. Estas são áreas que carecem de apoio em terra e determinada infraestrutura crítica necessária para a operação de outros cargueiros comerciais convencionais” disse JR Pereira, presidente e CEO da BRAVO Industries.


C-130 é operado pela Força Aérea Brasileira desde os anos 1960

Os serviços de carga aérea da Bravo incluem serviços com rotas estabelecidas e soluções específicas para cada demanda contratada, bem como a movimentação de cargas especiais (pesadas, de grandes dimensões, perigosas, refrigerado, etc.) e operações personalizados.

A compra está sendo realizada em parceria com a Height Securities, uma corretora com sede em Washington DC, enquanto a Lateral Investment Management, uma empresa de investimento com sede, em San Mateo, na Califórnia, está fornecendo o financiamento para para a aquisição das aeronaves.

O LM-100J é a versão civil dos cargueiros táticos C-130J-30 Super Hercules da Lockheed Martin. O primeiro LM-100J em fase final de produção, para iniciar a campanha de testes e certificação junto a FAA (Federal Aviation Administration)  com a primeira entrega prevista para 2018. Com inovações de projetoem relação ao modelo militar, o LM-100J funcionará como uma aeronave cargueiro multimissão comercial, uma plataforma de transporte rápido e eficiente de carga.

A Lockheed Martin espera obter novos contratos no setor civil para manter a linha de produção do C-130J em funcionamento. Nos últimos dois anos apenas quatro C-130J foram produzidos, refletindo a redução nos gastos militares nos Estados Unidos e de diversos países.


Embraer pode lançar versão civil do KC-390

A versão civil, lançada na década de 1950, jamais conseguiu obter o sucesso da plataforma militar. Em 1959, a Pan Am encomendou doze aeronaves, mas o contrato foi cancelado meses depois pela falta de viabilidade operacionais. Cinco anos depois, a Lockheed lançou uma versão civil derivada do C-130E, que foi entregue a Continental Air Services, em Setembro de 1965, mantendo a linha de produção até 1992. Ao total apenas 114 aeronaves foram entregues, sendo que pouco mais de 30 estão em operação atualmente.

O LM-100J incorpora os desenvolvimentos tecnológicos e aperfeiçoamentos aplicados ao C-130J, e deve concorrer em nichos específicos de mercados. A Embraer não descarta oferecer o KC-390 a operadores civis. O próprio projeto foi concebido dentro das regras FAR 25, permitindo uma rápida certificação e entrega do possível C-390 a empresas aéreas de logística e encomendas expressas.


Notícias Lockheed Martin C-130J Hercules LM-100J LM-100


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas