AERO Magazine
Busca

Crise na Ucrânia

O total de aeronaves perdidas por russos e ucranianos [atualizado]

Total de aeronaves destruídas na guerra da Ucrânia se aproxima de números confiáveis e realistas


Russos perderam ao menos nove Su-34, demonstrando uma tática de combate pouco ortodoxa para o modelo - Divulgação
Russos perderam ao menos nove Su-34, demonstrando uma tática de combate pouco ortodoxa para o modelo - Divulgação

O texto abaixo foi atualizado no dia 19 de maio de 2022, com novas baixas de ambos os lados, com os russos perdendo mais cinco Su-34 e mais um Su-30SM, em relação a lista do dia 3 de abril. Também foram perdidos mais seis helicópteros Mi-8, mais um Mi-24P, outros dois Mi-28 e mais quatro Ka-52.

Confirmamos ainda que os ucrânianos perderam mais helicópteros, sendo um Mi-2 e um Mi-24 e mais dois Mi-8. Outra lista de perdas foi a confirmação da destruição de um avião cargueiro Il-76 e três caças Su-24.

Rússia

A lista de aviões perdidos, avariados ou abandonados pelos russos são:

9 – Sukhoi Su-25

5 – Sukhoi Su-30SM

9 – Sukhoi Su-34

1 – Sukhoi Su-35S

1 – Antonov An-26

1 – Ilyushin Il-76*

*Número ainda divergente entre nenhuma baixa e um cargueiro

Os helicópteros o total de baixas russas entre perdidos, avariados ou abandonados mantém o mesmo total entre todas as fontes consultadas.

12 – Mi-8

3 – Mi-24V/P

4 – Mi-28

4 – Mi-35**

13 – KA-52

**Apenas uma fonte diferenciou os Mi-24 dos Mi-35M e Mi-35, neste caso sendo três Mi-24/35 e três Mi-35M. Porém, as demais fontes confirmam ser quatro Mi-35, total que consideramos mais realista e foi incluso na lista.

Já entre os drones houve considerável aumento das baixas, com o Orlan-10 quadriplicando as perdas. Entre as fontes existe apenas uma informação desencontrada, o que permite estabelecer a seguinte lista:

1 – Forpost-R (IAI Searcher)

2 – E95M*

2 – Takhion

4 – Eleron-3

4 – ZALA Aero Kub-BLA

2 – ZALA 421-16E2

1 – KBLA-IVT

44 – Orlan-10

1 – Orlan-20

1 – Orlan-30

6 – Eleron-3

*Quatro fontes afirmam que foram dois drones tipo alvo E95M, outras cinco mostram apenas uma perda.

Ucrânia

A Ucrânia sofreu menores baixas, justificado por sua proporção de aeronaves em combate. A maioria das fontes consultadas pela AERO Magazine demonstram que aproximadamente 10% da frota de caças estava operacional na quarta semana de combate. O total de baixas entre aviões diverge em duas perdas conforme listado a baixo:

2 – An-26

1 – Il-76*

5 – MiG-29**

4 – Su-25

3 – Su-24

3 – Su-27***

*Foi confirmada agora a destruição de um Ilyushin Il-76 ainda no solo.

**Do total de MiG-29 confirmados originalmente eram três destruídos em combate e outros seis no solo, mas uma reavaliação mostrou que quatro unidades estavam a salvo, reduzindo as perdas para cinco.

***Sete fontes apontam a perda de apenas três Su-27 e duas fontes afirmam que foram cinco aviões. Listamos originalmente o maior valor como referência, mas hoje (19 de maio) confirmamos apenas três perdas.

Da frota de helicópteros foram confirmados por todas as fontes novas perdas, incluindo mais um Mi-8 e dois Ka-52, assim como registro de destruição dos Mi-2 e Mi-14:

3 – Mi-8

2 – Mi-2

1 – Mi-24

1 – Mi-14

2 – Ka-52

Os drones existe apenas uma incongruência nos números a baixo. Mas as perdas subiram consideravelmente, com destaque para mais seis Bayraktar TB2 abatidos.

3 – A1-SM

1 – UJ-22

7 – Bayraktar TB2

1 – Weaponised

3 – Leleka-100

1 – Spaitech Sparrow

1 – Tu-143

5 – Tu-141*

*Apenas uma fonte afirma que foram cinco aeronaves de reconhecimento Tu-141 perdidos, enquanto os demais apontam um total de quatro aparelhos. É provável que realmente quatro unidades tenham sido perdidas.

Uma série de informações desencontradas mostravam números das baixas russas e ucranianas nas primeiras cinco semanas de embates, mas passados quase três meses os números se tornaram mais sólidos e confiáveis.

Se por um lado a força aérea da Rússia adotou uma estratégia pouco ortodoxa dentro da doutrina Ocidental, as forças ucranianas surpreenderam com uma feroz resistência desde as primeiras horas do conflito.

Ainda assim, os números oficiais de ambos os lados são pouco confiáveis. A Rússia evita comentar suas ações militares, não nega ou confirma qualquer baixa. Já a Ucrânia firma que tem obtido um considerável número de vitórias, em especial de seus sistemas antiaéreos. Alguns dados oficiais da Ucrânia são claramente exagerados, com somas que se aproximam de 200 aeronaves abatidas, o que ainda não foi comprovado.

Após três meses de levantamento, usando nove fontes independentes entre si, a equipe de AERO Magazine lista os números de vitórias e baixas na aviação de ambos os lados com imparcialidade e neutralidade. Os números são uma média das fontes consultadas, que em geral não apresentaram grande discrepância, quando ocorreram os dados foram destacados.

Entre as fontes usadas como referência consta jornais russos e ucranianos que cobrem o conflito, sites especializados em inteligência, correspondentes de guerra e fontes oficiais.

A lista foi atualizada às 15h00 do dia 19 de maio de 2022. Eventuais mudanças nos valores serão atualizadas conforme a comprovação dos fatos.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Banner Promocional

Por Edmundo Ubiratan
Publicado em 21/03/2022, às 16h59 - Atualizado em 19/05/2022, às 15h00


Mais Notícias