AERO Magazine

Menos impostos e mais voos

Com redução do ICMS empresas aéreas ampliam rede aérea no estado de São Paulo

Companhias criam mais de 400 voos e passam a voar para 13 cidades paulistas

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação em 24 de Abril de 2019 às 08:00

Após a redução na alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o querosene de aviação no estado de São Paulo, as empresas aéreas firmaram um compromisso de ampliar a malha aérea estadual.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas, foram formalizados a criação de 401 novos voos a partir do estado de São Paulo, para diferentes estados e entre cidades do interior paulista. A expectativa é que até o final do ano o número de novos voos chegue a 490, frequências para 38 cidades em 21 estados.

LEIA TAMBÉM

Governo de São Paulo reduz ICMS cobrado no combustível de aviação

Mercado de aeronaves usadas apresenta nível positivo de crescimento no Brasil

Maior avião comercial brasileiro recebe certificação tripla

As empresas Azul, Gol, Latam e Passaredo anunciaram os seis novos destinos dentro do estado de São Paulo, voando agora regularmente para Barretos, Franca, Guarujá, Araraquara, Votuporanga e São Carlos.

“Nós estamos completando hoje o lançamento de 401 novos voos a partir do Estado de São Paulo, antecipando 81% da meta acordada após a redução do ICMS sobre o combustível dos aviões, para mostrar que é possível fazer a aviação crescer a partir de uma decisão que contribui com o desenvolvimento econômico não só de São Paulo, mas de todo o país”, afirmou o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

A Passaredo lançou 62 operações semanais a partir do estado de São Paulo, incluindo Votuporanga e São Carlos, que não constavam na malha aérea regular. O anúncio foi realizado durante cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual. Já a Azul recentemente voos para o Guarujá e Araraquara. Enquanto a Gol terá operação em duas novas localidades, Barretos e Franca.

Um dos primeiros atos do atual governo paulista foi reduzir a alíquota do ICMS sobre o querosene de aviação de 25% para 12%, exigindo a contrapartida a criação de 490 frequências e praticamente dobrando o número de cidades no estado atendidas por voos regulares, passando de sete para 13 localidades.


Notícias Abear Latam Gol Azul Passaredo ICMA querosene passagem aérea


Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas