Uma fábrica que nunca entregou um avião

Por Edmundo Ubiratan e Ernesto Klotzel em 4 de Outubro de 2015 às 00:00

O excêntrico bilionário Howard Hughes ganhou fama na década de 1930 por sua paixão pela aviação e por seu modo nada convencional de fazer as coisas. Um dos negócios mais controversos do empresário e aviador foi a Hughes Aircraft. A empresa fundada em 1932, em Glendale, Califórnia, surgiu enquanto Hughes trabalhava no projeto do Hughes H-1 Racer. O pequeno monoplano tinha como objetivo ser o avião mais rápido do mundo. Se estruturar uma indústria aeronáutica apenas para desenvolver um avião já não fosse bastante controverso, a Hughes Aircraft é até hoje a única empresa aeronáutica a jamais ter entregue um avião de série sequer. Com a escalada da Segunda Guerra na Europa, os engenheiros passaram a trabalhar no Hughes D-2, um caça bombardeiro leve, que teve apenas um único protótipo finalizado. Praticamente em paralelo, a empresa trabalhava no H-4 Hercules, o enorme hidroavião de madeira que conseguiu mais uma proeza para o fabricante, de ter realizado um único voo de 1,6 km de distância a pouco mais de 20 m de altitude.

Um dado curioso é que Hughes, mesmo com o programa suspenso pelos militares norte-americanos, manteve por várias décadas um grupo de funcionários dedicado a preservar o avião. Por fim, o XF-11 disputava um contrato para o fornecimento de um avião de reconhecimento para o exército dos EUA. Embora tivesse um projeto inovador, o primeiro protótipo sofreu um acidente quando era pilotado pelo próprio Howard Hughes. Com isso, a empresa se afastou completamente dos aviões.

Ironicamente, o fabricante se tornou uma referência no setor ao ingressar no setor aeroespacial, tendo participado de uma série de projetos da NASA, como os programas Pioneer e Surveyor. Além disso, fez história no segmento militar, tendo sido responsável pelo desenvolvimento dos mísseis AIM-4 Falcon, AIM-54 Phoenix, AIM-120 AMRAAM e AGM-65 Maverick. A divisão de helicópteros, a Hughes Helicopters, também obteve grande êxito com os modelos Hughes 300, Hughes 500, MH-6 Little Bird, entre outros. Já a Hughes Electronics Corporation foi uma das pioneiras na transmissão de TV via satélite. Após a venda de parte de seus ativos surgiu a Directv. Curiosamente, Howard Hughes também investiu na aviação comercial, tendo controlado por vários anos a TWA (Trans World Airlines) e posteriormente a Hughes Airwest. Ainda assim, a Hughes Aircraft jamais produziu um avião para suas coirmãs do transporte aéreo regular.


Curiosidades Howard Hughes Hughes Aircraft Hughes H-1 Racer Hughes D-2 XF-11 AIM-4 Falcon AIM-54 Phoenix AIM-120 AMRAAM

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas