Melhorar o pós-venda

Rússia planeja construir centro de manutenção no Brasil para atender à FAB

Estatal Rosoboronexport começa a expansão de serviços na América do Sul pelo Peru, com unidade móvel

Da redação em 10 de Fevereiro de 2016 às 18:30

A estatal russa Rosoboronexport pretende expandir sua rede de serviços na América do Sul, em acordos com o Peru e futuramente com o Brasil. A empresa russa anunciou que está disposta a fornecer ao Peru um centro de serviços fixo e outro móvel para a manutenção técnica dos helicópteros Mi-8/17. O acordo é de vital interesse aos militares peruanos, que, assim como o Brasil, sofrem com a falta de suporte técnico e de manutenção dos fornecedores russos.

O objetivo é iniciar os serviços com o centro móvel. De simples instalação, ele permitirá ao Peru manter a operacionalidade das aeronaves e também prestar os serviços em regiões mais remotas e de difícil acesso, garantindo também economizar recursos.

O novo centro de manutenção móvel oferecido aos peruanos foi criado para realização de reparos técnicos operacionais e periódicos para as aeronaves da série Mi-8/17, inclusive em locais de difícil deslocamento de helicópteros, mantendo a eficácia das aeronaves mesmo em operação de combate.


Vista da área externa do hangar móvel

O fornecimento inclui dois hangares pneumáticos que são montados em aproximadamente 4 horas, permitindo a hangaragem dos helicópteros durante o período de manutenção, assim como um complexo de laboratórios modulares para realizar controle e inspeção regular dos equipamentos. O centro também dispõe de um hangar de rápida instalação, equipado com sistemas técnicos completos. As dimensões do complexo se adaptam aos helicópteros dos tipos Mi-8/17, Mi-28N e Mi-35M.

No Brasil

O Brasil tem um acordo similar ao do Peru em andamento, prevendo a manutenção dos helicópteros Mi-35M (AH-2 Sabre) em uso pela Força Aérea Brasileira. O objetivo é também atender de maneira mais eficaz às necessidades dos militares brasileiros, especialmente em regiões remotas do país.

Os helicópteros russos operam em diversos países da América Latina, incluindo Argentina, Colômbia, Cuba, México e Venezuela. Os últimos acordos foram contestados por autoridades de diversos países, que apontam uma série de deficiências nos serviços de pós-venda, considerados inexistentes em diversos casos. Visando reverter tal cenário, a Rosoboronexport planeja desenvolver um sistema eficaz para o serviço de manutenção e pós-venda. A região é considerada estratégica para o conglomerado russo, que pretende ampliar sua influência em regiões tradicionalmente atendidas por empresas europeias e dos Estados Unidos. 


Notícias Russian Helicopters Mi-8 Mi-17 Mi-35 AH-2 Sabre FAB


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas