Por uma aviação executiva cada vez melhor

Editorial - Edição 233

Da redação em 7 de Outubro de 2013 às 00:00

Parabéns à Agência Nacional de Aviação Civil. O órgão iniciou nas últimas semanas uma ofensiva para coibir a prestação de serviço de táxi-aéreo clandestino com a publicação na internet de um cadastro atualizado de empresas devidamente regularizadas para esse tipo de missão e a promessa de aumentar seu empenho na fiscalização das operações. Trata-se de um primeiro passo para um combate mais eficaz contra o chamado transporte aéreo “pirata”, sabidamente nocivo para o funcionamento adequado do sistema. Ficamos otimistas ao constatar que a Anac está sensível aos anseios da indústria aeronáutica, como o expresso pela Associação Brasileira de Empresas de Táxi-Aéreo (ABTAer) nas páginas de AERO Magazine há duas edições.

Sem deixar de falar sobre o transporte aéreo privativo, veiculamos neste mês uma reportagem sobre a revolução dos aeroportos executivos em São Paulo, que poderão funcionar como aeródromos civis públicos e atender melhor aos operadores corporativos, desafogando o tráfego latente da aviação geral em Cumbica, Congonhas e Viracopos. Bons ventos no radar.

Morre ex-editor de AERO

Roberto Manera, ex-editor de AERO Magazine, faleceu em setembro último. Jornalista tarimbado, ele deixa o solo para ascender ao cúmulo, perfazendo um memorável rastro condensado de histórias inesquecíveis. Bom voo, comandante!

Na área de pilotagem, ensaiamos o novo Facon Dassault 2000S, que veio pela primeira vez ao Brasil durante a última Labace, e embarcamos para um voo de demonstração promovido pela Helibras no Eurocopter EC130 T2, outro destaque da maior feira de aviação executiva da América Latina. Esmiuçamos os detalhes das duas máquinas do ponto de vista de quem senta tanto no cockpit quanto na cabine de passageiros.

E ainda: um artigo especial assinado pelo professor Rubens Villela sobre as turbulências inesperadas, que viraram notícia depois de um incidente com feridos envolvendo um avião da TAM, e um especial com três matérias sobre o futuro da formação aeronáutica no Brasil depois da publicação de novas regulamentações para aeroclubes, escolas e universidades.

Bom voo,
Giuliano Agmont e Christian Burgos


Editorial Agência Nacional de Aviação Civil ANAC ABTAer Rubens Villela Roberto Manera

Artigo publicado nesta revista

AERO Magazine 233 · Outubro/2013 · O boom dos aeroportos executivos

Grandes empreendimentos e privatizações prometem revolucionar infraestrutura para aviões e helicópteros corporativos


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas