Depois de 11 anos de desenvolvimento

Pilatus PC-24 recebe certificação de tipo de EASA e FAA

Primeiro jato civil capaz de operar em pistas não pavimentadas mescla versatilidade de turbo-hélice com desempenho de aeronaves a reação

Da redação em 8 de Dezembro de 2017 às 11:00

A Pilatus acaba de receber os certificados de tipo das agências de aviação da Europa e dos Estados Unidos, a EASA (European Aviation Safety Agency) e a FAA (US-American Federal Aviation Administration), para operar o primeiro jato de negócios produzido na Suíça, o PC-24.  Com capacidade para transportar até 10 passageiros, a aeronave tem preço de lista US$ 8,9 milhões. 

Resultado de pouco mais de 11 anos de trabaho, trata-se do primeiro jato civil capaz de pousar em pistas não preparadas, graças à sua configuração de motores, concebida para proteger o conjunto motopropulsor da ingestão de detritos durante pousos e decolagens em superfícies de terra ou de grama. De acordo com o fabricante, o PC-24 se enquadra em uma nova categoria, a dos jatos “superversáteis”, pois combina a praticidade de um turbo-hélice com tambanho de cabine e o desempenho de jatos leves. Seu interior flexível e a grande porta de carga tornam seu acesso fácil e rápido, segundo a Pilatus.

Mais aeroportos

O PC-24 foi concebido para operar em pistas curtas pavimentadas e até não preparadas, proporcionando aos pilotos o acesso a mais de 21.000 aeroportos em todo o mundo, diz a Pilatus. É isso o que caracteriza sua versatilidade: mais pistas, mais espaço e mais possibilidades.

Segundo a Pilatus, foram investidos mais de 500 milhões de francos suíços (US$ 502 milhões) de seus próprios fundos no programa de desenvolvimento PC-24, apresentado em 2011, mas iniciado antes, em 2006. Outros 150 milhões de francos suíços (US$ 151 milhões) foram aplicados na infraestrutura e maquinário de produção na linha de montagem em Stans.

A empresa revelou que atualmente tem oito PC-24 na linha de montagem, com 23 entregas a clientes em todo o mundo planejadas para o ano de 2018. O primeiro PC-24 será entregue à empresa PlaneSense, em Stans. Nos Estados Unidos, o Pilatus criou um novo centro de suporte ao cliente em Broomfield, Colorado.

A aeronave de cauda em "T" e dois motores nas laterais da parte traseira da fuselagem – bem atrás da cabine de passageiros, o que tornará seu interior bastante silencioso – apresenta asas com bordo de ataque com enflechamento duplo e bordo de fuga não enflechado.

Os dados originais de performance, que sofreram incrimentos, dão uma ideia do que será a capa o novo jato. Com comprimento de 16,82 m, envergadura de 17 m e altura de 5,30 m, a aeronave equipada com dois motores turbofan Williams FJ44-4A, com empuxo unitário na decolagem de 15,14 kN (3.400 lbf) e peso máximo de decolagem de 8.005 kg tem velocidade máxima de cruzeiro de 790 km/h (425 kts), teto máximo operacional de 13.715 m (45.000 pés) e alcance – com quatro passageiros – de 3.610 km (1.950 nm). A cabine de passageiros de piso totalmente plano, tem volume de 14,3 m³, compartimento de bagagem totalmente pressurizado, com 2,5 m³, e cabine de comando, certificada para um piloto, recebe aviônica Pilatus ACETM.

 


Notícias


Guia de Compra 2018

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Guia de Compra 2018

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas