Novo comandante

Paulo Sérgio Kakinoff deixa a Audi para assumir a presidência da Gol no lugar de Constantino Oliveira Júnior; empresa acumula prejuízos desde o ano passado

Santiago Oliver em 11 de Julho de 2012 às 13:13

Foto: Rodrigo Cozzato

A Gol tem novo comandante. Paulo Sérgio Kakinoff, de 38 anos de idade, ex-presidente da Audi Brasil, foi eleito diretor-presidente da companhia no lugar de Constantino de Oliveira Júnior, de 43 anos. A mudança foi efetivada em 2 de julho.

A notícia é positiva, segundo relatório do estrategista de Pessoa Física do Santander, Guilherme Guntovitch. "Paulo Kakinoff poderá empregar sua experiência em gestão a favor dos acionistas de Gol", escreveu o analista. Já a equipe da Planner acredita que a medida se juntou às recentes demissões - mais de 320 desde abril - para fazer frente à desaceleração da demanda por viagens aéreas.

Depois de três anos crescendo mais de 15%, a expectativa mais otimista é da própria Gol, um aumento de 10% na demanda. O cenário promete continuar difícil para todas as companhias aéreas, com a desvalorização do real frente ao dólar e a piora no panorama macroeconômico global.

Foto: Divulgação
Paulo Sérgio Kakinoff

Com isso, o Santander prevê impactos negativos na ação da empresa no curto Paulo Sérgio Kakinoff prazo, mantendo a recomendação "abaixo do mercado" para a Gol. Constantino de Oliveira Junior é filho do fundador da Gol, Nenê Constantino, e estava à frente da administração da empresa desde sua criação, em 2001. Ele permanece no Conselho de Administração, do qual já era membro. Procurada, a Gol não confirma essa informação.

Executivos do setor aéreo disseram que a troca no comando da Gol já era esperada. "A empresa vinha com resultados ruins e Constantino não estava conseguindo reverter a situação. Vinha sendo muito pressionado", disse um deles. A mudança ocorrerá no momento em que a Gol passa por amplo processo de reestruturação. Depois de um prejuízo de R$ 751 milhões em 2011, a companhia adotou estratégia mais conservadora: cortou cerca de mil vagas, eliminou aproximadamente 100 voos diários deficitários e vai chegar ao fim deste ano com uma frota menor.

Uma das rotas que será encerrada, em outubro, é a que liga o Brasil ao Chile. Segundo informação divulgada pela agência Bloomberg, a Gol planeja cortar 2.500 funcionários até o fim deste ano. A fonte da notícia seria o vice-presidente financeiro da companhia, Leonardo Pereira. O número é duas vezes maior do que o anunciado no ano passado. O executivo teria dito que o objetivo da redução é restaurar a lucratividade da empresa, que teve prejuízo de R$ 41,4 milhões no primeiro trimestre de 2012 - no mesmo período em 2011, foi registrado lucro de R$ 69,4 milhões.

Kakinoff já é conhecido da família Constantino e está a par da situação da Gol. O executivo é conselheiro independente da companhia aérea desde 2010. Constantino conta que a mudança começou a ser discutida dois meses antes de sua saída da presidência, período em que a Gol anunciou um plano de reestruturação para reverter os resultados negativos que vem registrando nos últimos trimestres.

GOL TEVE PREJUÍZO DE R$ 41,4 MILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2012 E PODE CORTAR 2.500 FUNCIONÁRIOS ATÉ O FIM DO ANO

A Gol conta atualmente com uma frota composta por 105 aeronaves, sendo 35 Boeing 737-700 e 70 Boeing 737-800. Já a Varig - VRG Linhas Aéreas possui 15 aviões, sendo sete Boeing 737-800 e oito Boeing 737-700.

Colaborou Rodrigo Cozzato


Aviação Comercial

Artigo publicado nesta revista

AERO Magazine 218 · Julho/2012 · Titulo


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas