A hora da aviação regional

Editorial - Edição 245

Da redação em 2 de Outubro de 2014 às 00:00

A Secretaria de Aviação Civil promete iniciar antes do fim deste ano a fase operacional do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, que prevê a realização de reformas e melhorias em 270 aeroportos de menor porte. A estimativa é a de que 96% das pessoas que vivem ou transitam pelo país estejam a menos de 100 km de distância de um complexo aeroportuário capaz de operar voos regulares. Hoje apenas seis de cada 10 brasileiros têm acesso próximo ao transporte aéreo de alta densidade. Há quem considere a meta ambiciosa demais, o que explicaria a inexistência de prazos para o cumprimento das promessas. Ainda assim, parece inequívoco que o Brasil acordou para a necessidade de prover suas cidades do interior com uma melhor infraestrutura aeroportuária como forma de garantir o desenvolvimento sustentado de um país com dimensões continentais.

Um dos aeroportos que receberá recursos federais é o de Maringá, no Paraná, que sediou pela primeira vez a Expo Aero Brasil com o objetivo de se tornar um polo aeronáutico nacional. O evento reuniu mais de 600 aeronaves da aviação geral, além de um público de 32.000 pessoas em quatro dias. Em pauta, muitas propostas de montadores e distribuidores de ultraleves ao governo, com destaque para um pedido de autorização para o uso dos modelos LSA/ALE para instrução. 

O avião que estampa nossa capa, o Cessna TTx, participou da exposição estática da EAB 2014. Quem vê de perto este veloz monomotor a pistão, derivado do Corvalis e do Columbia 400, tem a certeza de que ele herdou os traços aerodinâmicos típicos de um Lancair. A primeira entrega no Brasil já aconteceu e as perspectivas para o TTx são promissoras.

Outro avião que voou para Maringá e também ilustra as páginas desta edição de AERO é o Wega 180. O avião biposto impressionou nosso piloto de ensaio Lídio Bertolini por sua capacidade acrobática aliada à performance para viagens curtas. Falando em acrobacia, não deixe de ler a reportagem sobre os Thunderbirds, esquadrão de demonstração da Força Aérea dos Estados Unidos formado por F-16. Participamos de um voo a bordo de um dos caças, uma experiência única, narrada por nosso repórter Edmundo Ubiratan. E mais: as novidades futurísticas para quem voa aviões leves e um show de imagens do mundial de balonismo no Brasil.

Bom voo,
Giuliano Agmont e Christian Burgos


Editorial TTx Corvalis Columbia 400 EAB 2014 Força Aérea dos Estados Unidos

Artigo publicado nesta revista

AERO Magazine 245 · Outubro/2014 · TTx

Voamos o novo avião da Cessna, que acaba de chegar ao Brasil

Guia de Compra 2017

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 202,80R$ 405,60R$ 202,80R$ 202,80
Assine Agora porR$ 162,24R$ 283,92R$ 119,96R$ 119,96
Desconto
EconomizaR$ 40,56R$ 121,68R$ 82,84R$ 82,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 54,08 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também 2 Posters 2 Posters + relógio de mesa personalizado
Guia de Compra 2017

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas