T-X

A Força Aérea dos Estados Unidos lança concorrência T-X (treinadores) de US$ 16 bilhões

O programa de treinamento avançado de pilotos fornecerá 350 aeronaves de alto desempenho

Santiago Oliver em 3 de Janeiro de 2017 às 11:23

A Força Aérea dos Estados Unidos lançou sua altamente aguardada concorrência T-X para o treinador de próxima geração, solicitando propostas em 30 de dezembro, a qual provavelmente será respondida por cinco ou seis indústrias.

O programa de treinamento avançado de pilotos fornecerá 350 aeronaves de alto desempenho e uma empresa de treinamento associada no solo para substituir o Northrop T-38 Talon, que os pilotos alunos selecionados pilotam caças e bombardeiros desde 1961.

A solicitação abrange a entrega de cinco aeronaves de teste para a fase de desenvolvimento de engenharia e fabricação com opções de contrato cobrindo a produção dos 350 treinadores em 11 lotes anuais com entrada de serviço no final do ano fiscal de 2024 "ou mais cedo", diz a Força Aérea.

As especificações aeronáuticas permanecem inalteradas em relação aos principais parâmetros de desempenho publicados em março de 2015, com uma exigência de g sustentada de 6,5 g e objetivo de 7,5 g, além de manobra com 80% de peso de combustível e 15.000 pés (4.600 m) de altitude.

Não há nenhuma indicação de que a aeronave deva voar acima da velocidade do som, o que é um bom augúrio para os concorrentes de peso mais leve. Um porta-voz da Força Aérea confirmou a exigência de g sustentado, mas não conseguiu confirmar imediatamente a velocidade.

A aeronave será destinada para o Air Education and Training Command Commander (AETC) para treinamento de pilotos e uma introdução ao curso de fundamentos de caça. O programa responde especificamente às lacunas de capacitação identificadas em outubro de 2009, embora a exigência de um sucessor T-38 tenha existido por décadas. "As lacunas de formação de pilotos se ampliam e continuam a fazê-lo todos os anos, já que o serviço traz mais aeronaves de quinta geração", disse o tenente-general da AETC, Darryl Roberson.

No início desta semana, a Força Aérea lançou uma outra concorrência no valor de US $ 6,9 bilhões para substituir as aeronaves Northrop E-8C Joint Surveillance Target Attack Radar System. O pedido de licitação vem depois de Frank Kendall, o chefe de aquisição do Pentágono, assinar um memorando de decisão de aquisição.


Notícias USAF T-X AETC


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas