Eficiência russa

Como funcionam os principais aeroportos de Moscou, dois deles considerados os melhores do Leste Europeu

| Robert Zwerdling | Fotos | Divulgação em 14 de Maio de 2013 às 06:28

Os russos têm muito que comemorar neste início de ano, a começar pela quarta eleição consecutiva do Aeroporto Internacional de Moscou - Domedovo como o melhor na Europa Oriental. O prêmio foi concebido pela Skytrax, empresa britânica especializada na coleta e tabulação de pesquisas mundiais de opinião na área de aeroportos. Para obter o resultado que deu a vitória a Domedovo, os ingleses ouviram 12 milhões de passageiros em 388 aeroportos. "Ano após ano, nosso aeroporto bate recordes, e hoje ocupa a primeira colocação em movimento de passageiros na Rússia", destaca Daniel Burkard, diretor de relações públicas do complexo. Em 2012, Domedovo atendeu 28,2 milhões de passageiros e, atualmente, trabalha com 80 linhas aéreas, sendo 27 russas e 38 estrangeiras, além de 15 empresas cargueiras da Europa Oriental. Ligações para o mundo inteiro partem de Moscou, com exceção da América do Sul, que poderá ter, em um futuro próximo, cidades servidas por pelo menos uma das duas maiores companhias aéreas de bandeira russa: a Aeroflot, que chegou a voar regularmente para Guarulhos durante a década de 90 com aeronaves IL-62 e IL-96; e a Transaero, que tem base operacional em Domedovo, e opera uma frota composta por 78 aeronaves, além de outros 25 jatos encomendados, entre eles quatro Airbus A380, que chegarão em 2015. Há comentários no meio aeronáutico segundo os quais a Transaero poderá vir a operar voos entre Moscou e Rio de Janeiro em breve, mas nada foi confirmado oficialmente.

Para atender à demanda, Domedovo conta com um moderno terminal de passageiros equipado com 22 pontes de embarque, distribuídos ao longo de dois concourses, edifício com desenho semelhante aos de Guarulhos no complexo formado pelos terminais de passageiros 1 e 2. O aeroporto foi o primeiro da Rússia preparado para atender aos A380, que passaram a operar regularmente em Moscou em dezembro de 2012, na rota da Emirates Airlines para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Com as recentes reformas para ampliação, iniciadas em 2011, o terminal de passageiros passa a operar com uma área total de 225.000 m², espaço que hoje é disputado por dezenas de lojas de conveniência, restaurantes, duty-free shop e salas de atendimento especial. Já o tráfego aéreo, que em 2012 fechou com um total de 253.500 pousos e decolagens, conta com duas pistas paralelas para pousos e decolagens simultâneas e ILS homologado para a operação na categoria IIIa. A 14L/32R, com 3.800 metros de comprimento; e a 14R/32L, com 3.500 metros. O aeroporto está afastado 42 quilômetros do centro de Moscou e os usuários contam com ligação férrea da Aeroexpress, cujas composições levam 45 minutos para cumprir o trajeto até o ponto final, na estação Paveletsky.

O resultado positivo na pesquisa de opinião realizada pela Skytrax também representa uma importante vitória para os administradores de Domedovo, que não tem poupado recursos no aprimoramento e reforço das equipes de segurança interna e externa do aeroporto. Vale lembrar que o terminal sofreu um ataque suicida em 24 de janeiro de 2011, que provocou a morte de 35 pessoas, além de deixar mais de 100 feridos. O atentado aconteceu junto às esteiras para restituição de bagagem, na ala internacional, e foi atribuído a um extremista de origem islâmica.

#Q#

HUB DA AEROFLOT
Em 2012, o Aeroporto Internacional Sheremetyevo, localizado a 29 quilômetros do centro de Moscou, atendeu a 26,2 milhões de passageiros e 228.868 aeronaves. Hoje, é o segundo mais movimentado da Rússia e a base operacional da Aeroflot. Apesar de ser um complexo antigo, inaugurado em 1959, recebeu investimentos vultosos para obras de revitalização o que o deixou atualizado e bem confortável para atender à demanda. Não por acaso Sheremetyevo também está bem avaliado entre os usuários do transporte aéreo, tendo recebido a pontuação máxima no programa de avaliação de qualidade da ACI (Airports Council International), associação que reúne representantes de 1.751 aeroportos em 174 países. "O aeroporto vem mantendo a excelente qualidade dos serviços prestados, com preocupação pelo bem estar e a segurança do usuário, e que tem acompanhado satisfatoriamente os desafios do aumento no volume de embarques e desembarques", destaca Olivier Jankovec, diretor geral da ACI Europa. De fato, Sheremetyevo apresentou bons resultados, independente da situação econômica instável na Europa. O crescimento no volume de tráfego de passageiros subiu 16,1%, comparando as estatísticas de 2012 sobre o ano anterior, enquanto que o movimento de aeronaves aumentou 8,6%.

Sheremetyevo conta com seis edifícios de embarque com capacidade para atender a uma demanda de 35 milhões de passageiros ao ano

Para Mikhail Vasilenko, diretor geral do aeroporto, o resultado deve-se a um bom planejamento no cronograma de obras de ampliação. De acordo com as projeções, Sheremetyevo deverá fechar 2013 com um movimento na casa dos 29 milhões de passageiros. "Não estamos parados e por isso já foram iniciadas as obras para construção da terceira pista de pousos e decolagens", anuncia Vasilenko. Quando a nova área operacional for entregue, em 2015, o complexo terá capacidade para absorver o incremento de voos da Aeroflot e um movimento da ordem de 65 milhões de passageiros ao ano. Contudo, é natural que exista a necessidade de se erguer novas instalações nas áreas de atendimento ao passageiro. Por isso, Sheremetyevo vai ganhar um novo edifício de embarque na ala norte, com capacidade para atender até 40 milhões de passageiros ao ano, e o aeroporto será contemplado até 2015 com uma linha do metrô, que também deve facilitar a conexão dos usuários entre as alas norte e sul do campo. Hoje, o aeroporto já conta com uma linha de trens da Aeroexpress operadas para a estação Belorussky, no centro de Moscou, com viagens de 35 minutos.

São seis edifícios de embarque com capacidade para atender, juntos, a uma demanda de 35 milhões de passageiros ao ano. Na ala norte, o terminal A é o mais novo, inaugurado em 2012, e atende exclusivamente aos passageiros da aviação geral, com pátio demarcado para receber até 22 aviões de pequeno porte; o terminal B, antes designado Sheremetyevo-1, atende ao tráfego das companhias de baixo custo com embarque e desembarque através de 64 posições remotas. Com arquitetura arrojada, o edifício apresenta a forma de um disco voador; o terminal C foi entregue em março de 2007 e opera voos internacionais do leste europeu e charters. Com capacidade para movimentar cinco milhões de passageiros, opera seis fingers, e conta com edifício-garagem interligado com 2.500 vagas distribuídas ao longo de quatro pavimentos; na ala sul do campo, Sheremetyevo opera o terminal D, inaugurado em novembro de 2009, com área de 170.000 m² e 22 pontes de embarque, além de 11 posições para estacionamento em remota. O edifício tem capacidade para atender a 12 milhões de passageiros ao ano e recebe apenas voos operados pela Aeroflot e os parceiros da aliança de companhias aéreas da SkyTeam; o terminal E, inaugurado em 2010, conta com oito fingers e também atende prioritariamente aos voos da companhia estatal russa; o terminal F, antigo Sheremetyevo-2, inaugurado em maio de 1980, conta com 15 passarelas telescópicas e 21 posições para estacionamento em remota. Recentemente reformado, ganhou mais espaço na área de embarque, especialmente no duty-free shop, e tem capacidade para movimentar seis milhões de passageiros ao ano.

O Aeroporto Internacional Sheremetyevo opera duas pistas paralelas: a 07R/25L, com 3.700 metros de comprimento; e a pista 07L/25R, com 3.550 metros. Não há espaço longitudinal adequado para a operação simultânea e por isso a necessidade da construção da terceira pista.

#Q#

VOCAÇÃO EXECUTIVA
Localizado a 27 quilômetros do centro de Moscou, o Aeroporto Internacional Vnukovo é o mais antigo dos três complexos aeroportuários. Porém, graças à operação conjunta entre o governo de Moscou e a iniciativa privada, o campo tem sofrido intervenções constantes para revitalização. A última novidade foi a inauguração do terminal A em dezembro de 2012. O edifício de arquitetura moderna ocupa uma área de 270.000 m² e pode receber até 20 milhões de passageiros ao ano, além de estar compatível com as aeronaves A380. São 25 pontes de embarque e uma estação da Aeroexpress, cujos trens interligam o aeroporto à estação Kievsky em 35 minutos. O terminal A, que atende tanto voos domésticos como internacionais, substitui um antigo edifício, inaugurado em 1941, e que fora demolido por estar saturado e não oferecer as condições mínimas de conforto. Porém, naquela ala ainda há outros dois complexos em operação: o terminal B, inaugurado em 2004, que atende a voos internacionais charters e de baixo custo; e o terminal D, que está sendo adaptado para atender prioritariamente a linhas domésticas, já que o antigo edifício dedicado aos voos nacionais, o terminal 2, está sendo demolido. Do dia 24 de dezembro de 2012 a 8 de janeiro de 2013, Vnukovo atendeu a 5.715 voos, o que representa um incremento de 8,4% sobre o período anterior, com 372.200 passageiros embarcados e desembarcados, e aumento da ordem de 18%.

O aeroporto opera duas pistas cruzadas: a 06/24, com 3.000 metros de comprimento; e a 01/19, com 3.060 metros. Elas têm capacidade para movimentar até 58 aeronaves a cada hora, mas, a administração do aeroporto pretende incrementar o tráfego. Por isso, solicitou à Jepessen, unidade da Boeing Flight Services, a elaboração de um plano operacional de otimização de fluxo, que levará em conta diversas variáveis, incluindo meteorologia e a própria geometria de pátios e taxiways. "Nós também já estamos trabalhando em parceria com a agência federal de transporte aéreo e com o próprio serviço de controle do espaço aéreo de Moscou, de modo a trazer mais aeronaves para nossas pistas", ressalta Vasily Alexandrov, diretor geral em Vnukovo. Atualmente, o aeroporto atende a 70 companhias aéreas regulares e de fretamento, além de um fluxo razoável de empresas de carga aérea, com pátio preparado para atender até 60 jatos de grande porte.

Vnukovo atendeu a 5.715 voos em 2012, o que representa um incremento de 8,4% sobre o ano anterior

A área dedicada à aviação executiva também é bem ampla, tanto que o aeroporto estará recebendo pela terceira vez consecutiva, entre os dias 12 e 14 de setembro deste ano, a Business Aviation Exhibition Jet Expo, evento que reúne operadores do leste europeu e os maiores fabricantes de aeronaves executivas e equipamentos. Em 2013, já estão com a presença confirmada a Cessna Aircraft, Bell Helicopter, Embraer, Bombardier Aerospace, Dassault Aviation, Gulfstream Aerospace Corporation, Hawker Beechcraft, Piaggio Aero e Socata. O pavilhão para atendimento de passageiros V.I.P. no aeroporto é bastante amplo e muito bem estruturado, até porque o Vnukovo é utilizado para embarque e desembarque da comitiva presidencial russa.

Nestes próximos anos, o aeroporto continuará sofrendo intervenções para melhoria de suas áreas para atendimento ao passageiro e operacional. O investimento deve superar a casa dos US$ 1 bilhão, e o plano diretor de obras prevê a ampliação de uma das pistas em 800 metros, construção de uma nova Torre de Controle, homologação do aeroporto para operação ILS Cat. III - hoje o aeroporto oferece aproximações Cat. II - construção de um edifício garagem e a instalação de um monotrilho para conexões e acesso à linha de metrô.


Infraestrutura

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas