País é o terceiro no mundo a testar em voo – com total sucesso – de um avião leve elétrico. Trata-se de um RX-1E de dois lugares, que voou a uma altitude de 320 m. 

A célula de combustível a hidrogênio pode gerar até 20 kW de energia, suficiente para alimentar os sistemas embarcados, o motor elétrico e a carga das baterias. 

Além da China, apenas os Estados Unidos e a Alemanha realizaram testes semelhantes.


Notícias RX-1

NBAA 2016

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano



Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas

Mais lidas

1 King Air C90GTx começa a chegar ao Brasil Notícias
2 Airlink, da África do Sul, torna-se a primeira cliente do país a adquirir aviões E-Jet da Embraer Notícias
3 Caem as entregas, mas há otimismo na Robinson Notícias
4 Jatos de negócios congestionam aeroportos na região de Davos Notícias
5 Janela-bolha para o helicóptero Airbus H125 Esquilo Notícias
6 100 aeronaves que marcaram a virada do século 20 para o 21 Notícias
7 Monomotor ou bimotor? Reportagens
8 O jato particular de Trump é melhor do que o Air Force One? Notícias
9 Polônia poderá comprar 100 aviões de combate Notícias
10 O novo Beluga XL da Airbus toma forma Notícias