Cartas

Escreva para cartas@aeromagazine.com.br

Da redação em 24 de Abril de 2012 às 06:58

REVISTA DIFERENCIADA

Sou médico e aluno do curso de Piloto Privado de Avião (PPA). Gostaria de parabenizar a revista, da qual sou assinante. As mudanças foram muito boas, principalmente por proporcionar uma análise técnica mais apurada e aprofundada, como no texto sobre motores a pistão ("Cuidados com o motor a pistão", AERO 213) e Garmin para aviões pequenos ("Painel digital em avião pequeno", AERO 213). Seu público é diferenciado porque AERO Magazine é uma revista diferenciada.
Alessandro Tarcius
Belo Horizonte (MG)

PROFUNDIDADE TÉCNICA
Quero parabenizar a equipe da AERO Magazine pela brilhante matéria "Cuidados com o motor a pistão" (AERO 213), de Jorge Filipe Almeida Barros. É de fundamental importância que todos os envolvidos com a aviação tenham o máximo possível de conhecimento técnico dos propulsores e também dos sistemas hidráulico e de comando. Por isso destaco que o assunto deveria ser mais frequente nas publicações nacionais, já que em outros países, principalmente na Europa, isso ocorre nas revistas e em outros meios de comunicação. No Brasil, sinto falta de mais informações técnicas abertas ao público. Parece haver uma espécie de "pano preto" ou segredo entre poucos para não divulgar certas informações de caráter técnico, fato que não contribui para nada e acaba gerando um desconhecimento desnecessário e inútil. Parabéns, AERO Magazine! Esperamos mais.
Joel S. Alves
Técnico em Manutenção de Aeronaves

RESGATE POR HELICÓPTERO
Parabenizo o comandante Ruy Flemming, sempre muito competente em seus textos, pela matéria sobre os resgates durante o incêndio do edifício Andraus ("Um incêndio que mudou a aviação", AERO 213). Gostaria apenas de fazer uma correção. Os grupamentos aéreos das polícias Civil e Militar de São Paulo começaram juntos em 1984, e não 1974, como consta na publicação. Aproveito para acrescentar uma informação. No dia 25 de outubro de 1972, exatamente na véspera de seu falecimento, Igor Sikorsky, o russo considerado um dos pais do helicóptero, escreveu uma carta para Jerome Lederer, da Flight Safety Foundation, agradecendo-o por lhe ter descrito a missão de resgate por helicópteros, realizada justamente no incêndio do Andraus. Ao agradecimento, Igor Sikorsky acrescentou: "Eu sempre acreditei que o helicóptero seria um importante veículo para a grande variedade de maneiras de salvar vidas, e agora, perto do fim de minha vida, tenho a satisfação de saber que isso provou ser verdade". Assim, com certeza, ele morreu feliz, no dia 26 de outubro.
Solange Galante
São Paulo (SP)

DO JUMBO AOS VANTS
AERO 212 veio repleta de reportagens interessantes e importantes. Forneceu, de maneira geral, as perspectivas deste ano para a aviação comercial, a executiva e a militar. Foi relevante abordar o novo Boeing 747-8, sucessor de uma aeronave que marcou época. A Boeing, em função do sucesso do A380, percebeu que era preciso criar um novo 747 para concorrer. Quero parabenizar a Embraer por ter já montado o protótipo número 1 do Legacy 500, que será mais um sucesso. A aviação regional no Brasil está crescendo e promete crescer mais, por isso, a importância do estudo feito pela Abetar, que dará rumo a esses investimentos. Moro perto de Caldas Novas e Catalão. Caldas Novas, por ser uma cidade turística, tem voos comerciais da Azul. Já Catalão, um polo de grandes empresas, ainda não tem voos regulares, que seriam importantes para a cidade. Quero salientar que AERO 213 também ficou excelente. A matéria sobre os VANTs ficou muito informativa. Imaginava que no Brasil só a Polícia Federal os tivesse, e a revista mostrou todos que estão no mercado e suas aplicações. As reportagens relacionadas à segurança de voo são de suma importância, por isso devem continuar saindo em AERO Magazine para ajudar pilotos e amantes da aviação.
Paulo Sérgio Carneiro Pires
Nova Aurora (GO)

ERRATA
Na matéria "Nova geração a hélice" (AERO 214, p. 43), sobre o novo ATR 72-600, atribuímos indevidamente a expressão "no touch" à sigla NOTCH, que é utilizada para designar um ponto máximo de movimento do grupo de manetes durante a decolagem.


Reportagens

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas