Carro a hidrogênio

Carro voador autônomo de decolagem vertical será movido a hidrogênio

O desenvolvimento da Metro Skyways vai levar cinco anos

Por Ernesto Klotzel em 20 de Abril de 2017 às 10:29

 

A Metro Airways anunciou em 17 de abril, que pretende desenvolver o CityHawk, um carro voador autônomo para quatro ocupantes, com motores alimentados inicialmente com querosene de aviação, mais tarde convertidos para utilizar hidrogênio liquefeito, e depois, hidrogênio comprimido. O desenvolvimento do CityHawk deve exigir, no mínimo, cinco anos.

A Metro Airways pretende utilizar um motor de aviação, aprovado pela FAA. A empresa é subsidiária da UrbanAero, que desenvolveu o Cormorant VTOL, que serve de base para o CityHawk.

Embora o CityHawk venha a contar inicialmente com um piloto, seu sistema de controle de voo e de gestão de voo serão capazes de propiciar um grande grau de autonomia, desde o início de seu desenvolvimento. Eventualmente, o CityHawk transportará passageiros como um robô. Ele será equipado com paraquedas balístico.


Notícias Metro Airways CityHawk Cormorant

Learjet 75

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Learjet 75

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas