São 15 mil fanáticos vestidos de preto e branco. Um bando de loucos, prontos para a invasão. Começa a escurecer em São Paulo e a multidão só aumenta. Uma legião a postos para tomar conta de um território bem diferente dos estádios.

A partir da Marginal do Rio Tietê, as vias de acesso ficam entupidas de gente, um mar alvinegro com ondas de proporções “tsunâmicas” a caminho do maior aeroporto do país.

A ocupação começa pelo estacionamento. Tudo dominado. Hinos e gritos de guerra já ecoam da multidão. Cantam com toda a força. Um brado que até os comandantes podem ouvir na final, de dentro de seu cockpit.

Confinados em um canto isolado para poupar os terminais de embarque e desembarque, os loucos aguardam ansiosamente não um voo, como se poderia esperar de quem está em Cumbica, mas um ônibus.

Trata-se de uma festa de despedida antes da guerra. Eles esperam seus heróis em Guarulhos, de onde voarão para o outro lado do mundo em busca de um título que parecia impossível, o mundial interclubes da Fifa disputado no Japão.

O time chega sem alarde. E os jogadores embarcam por uma área especial no voo Emirates 262 com destino a Dubai, a primeira escala antes do destino final. Sem contato com os atletas, o bando parte desordenado para o saguão do aeroporto.

Sim, é um estouro da boiada. Aeroviários, atônitos, filmam a entrada daqueles 15 mil loucos, que transformam o terminal 2 de Cumbica em uma arquibancada de estádio de futebol em final de campeonato.

Bandeiras tremulando, cantos apaixonados e gente de preto passando sem parar. Um espetáculo proporcional à paixão de uma torcida de 30 milhões de sofredores. O show continua sem um minuto de interrupção, até que o Boeing 777 deixa o solo na proa do Oriente Médio.

A algazarra se dissipa no aeroporto, deixando seu rastro, mas, de casa, outros loucos acompanham pelo computador o triplo sete. Em sites como Flight Radar 24 e Flight Aware eles se transformam em controladores e monitoram o voo virtualmente. Usam a tecnologia ADS-B, quem diria. Só mesmo o Corinthians.


Crônica

Artigo publicado nesta revista

Últimas Crônica

13-12-2012
08:46 Bandeiras no saguão de embarque
21-11-2012
15:39 Cadê minha mala?
03-10-2012
12:47 Velozes e furiosos
04-09-2012
12:53 Querosene nas veias
07-08-2012
07:22 Vento no rosto
11-07-2012
14:22 PT-TAC, o asas verdes
14-06-2012
12:49 Sem água em Caracas
22-05-2012
08:51 Memórias de um entusiasta
25-04-2012
09:14 Arvoredo na proa
23-03-2012
12:27 Saudades do vaicão
Mais Crônica »
NBAA 2016

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano



Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas

Mais lidas

1 O novo Beluga XL da Airbus toma forma Notícias
2 Guarulhos receberá voos regulares do maior avião do mundo Notícias
3 Jatos novos voarão na aviação comercial sul-coreana Notícias
4 Latam anuncia novo Customer Experience e Costumer Notícias
5 A volta bem-sucedida do foguete Dragon 9 Notícias
6 Morre último astronauta a pisar na Lua Notícias
7 Polônia poderá comprar 100 aviões de combate Notícias
8 Drone bate no cartão postal de Seattle Notícias
9 100 aeronaves que marcaram a virada do século 20 para o 21 Notícias
10 Boeing 747 da United aposentados antes do esperado Notícias