Nova geração de motores

Airbus e Embraer sofrem restrições com falhas nos motores PurePower

Problemas no compressor levam a EASA suspender autorizações de voo para os Airbus equipados com o motor

Por Ernesto Klotzel em 14 de Fevereiro de 2018 às 16:00

Uma série de falhas nos motores Pratt & Whitney Pure Power tem gerado dor de cabeça para os principais fabricantes de aeronaves. Recentemente a Embraer confirmou que alguns dos primeiros novos E-Jet E2 vão exigir uma revisão nos sistemas, ocasionada pela durabilidade motores PW1900G.

A mudança envolverá a substituição de alguns sistemas do motor, que deverão ser reparados na chamada seção B da turbina.  A Embraer não especificou o número total de E2 que serão entregues este ano, mas informou que 10% das 90 aeronaves que serão produzidas em 2018 serão da série E2, que deverá exigir uma atualização do motor. Ainda assim, o fabricante acredita que somente uma pequena parte dos E2 entregues será afetada. Qualquer aeronave entregue com o problemático motor será objeto de retrofit até o final do ano.

Na última semana a Airbus sofreu uma série de restrições por parte da EASA (European Aviation Safety Agency) devido a falhas com os motores Pure Power. A agencia emitiu uma Diretiva de Aeronavegabilidade de Emergência para os motores PW1127, PW1130 e PW1133, empregados nos A320neo e A321neo. As restrições são referentes as unidades equipadas com a última modificação ESN P770450 do cubo do compressor de alta pressão.

A agencia retirou a certificação ETOPS, com efeito imediato, para todos os motores afetados pelo problema e proíbe a operação das aeronaves A320neo e A321neo com os motores afetados.

A medida foi tomada após o relato de várias ocorrências de desligamento de voo do motor (IFSD) e rejeted take-off (RTO) ocasionadas em algumas aeronaves da família Airbus A320neo.

Enquanto a investigação está em andamento para determinar a causa raiz, os resultados preliminares indicam que os motores afetados, que possuem o cubo de compressor de alta pressão ESN P770450 modificado são mais suscetíveis ao IFSD.

Esta condição, se não corrigida, poderia levar ao IFSD duplo de motor, ocasionando a perda dos dois motores em situação crítica.

Colaborou: Edmundo Ubiratan


Notícias Airbus A320neo A321neo Embraer E-Jet E2 Pratt & Whitney


Turismo Aeronáutico

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS
Turismo Aeronáutico

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas