Aviação Militar

747-8I será novo Air Force One

Boeing e USAF devem assinar contrato nos próximos dias

Da redação em 28 de Janeiro de 2015 às 20:00

A secretário da USAF, Deborah Lee James, em coordenação com o subsecretário de Defesa para Aquisição, Tecnologia e Logística, Frank Kendall, anunciaram que o Boeing 747-8I foi escolhido como o próximo avião presidencial dos EUA, conhecido como Air Force One.

A renovação do famoso Air Force One vem sendo discutida desde meados de 2010, quando os atuais VC-25A completaram 20 anos de serviço. Os requisitos da USAF exigiam um avião de quatro motores, de fuselagem larga e capacidade para voos intercontinentais. A pesquisa de mercado ficou restrita a duas plataformas de quatro motores, que permitam atingir os requisitos, o Boeing 747-8 e o Airbus A380.

Embora o A380 tenha sido considerado, analistas consideravam praticamente nulas as chances do modelo europeu, em especial devido ao simbolismo que o Air Force One carrega, o que foi confirmado no comunicado oficial de hoje.

“O avião presidencial é um dos símbolos mais visíveis dos Estados Unidos da América e do escritório do presidente dos Estados Unidos”, disse James. “O Boeing 747-8 é o único avião fabricado nos Estados Unidos (que), quando totalmente convertido, atende as capacidades estabelecidas para executar a missão de apoio presidencial, sendo coerente com o interesse público nacional” finalizou

Porém, a substituição não será imediata. Inicialmente o governo deverá discutir com a Boeing os termos do contrato, valores e prazos, para então formalizar a compra. Além disso, o avião deverá ser completamente adaptado para atender as missões presidenciais, exigindo assim uma complexa conversão, que poderá levar até dois anos para ser realizada. Os VC-25A voaram pela primeira vez em 1987, mas só entraram em serviço três anos depois, após passarem por um amplo e complexo processo de modificações. Entre as capacidades do avião está a possibilidade de ser reabastecido em voo.

O governo dos EUA mantém segredo absoluto com relação as características do VC-25A, mas sabe-se que o avião conta com uma série de recursos que permite o presidente despachar em qualquer situação, inclusive de guerra. Além disso, conta com uma série de medidas que visam garantir a sobrevivência do presidente em caso de emergência.

Visando rebater eventuais críticas sobre a substituição da frota atual, especialmente num momento que a economia dos EUA ainda não voltou aos índices de crescimento registrados antes da crise de 2008, o governo afirma que os custos atuais para o VC-25A estão se aproximando de um limite proibitivo, em especial devido a obsolescência do projeto.

“A atual frota de VC-25 tem realizado o serviço excepcionalmente bem, no entanto, é hora de atualizar. As peças estão obsolestas, diminuindo as fontes de fabricação e exigindo maiores os tempos de manutenção” ponderou James.

Os VC-25A são operados pelo 89th Airlift Wing Presidential Airlift Group (PAG), dotados na base aérea Andrews, em Maryland.


Notícias Boeing 747-8I Air Force One 747-200B USAF


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas